Idosa esquecida em avião da Transavia veio parar à Madeira

Uma mulher de 88 anos foi esquecida a bordo de um voo da Transavia. Vinda de Paris, Maria Ferreira devia ter desembarcado no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, no entanto foi esquecida pela tripulação no avião e acabou por vir parar...

Idosa esquecida em avião da Transavia veio parar à Madeira
Uma mulher de 88 anos foi esquecida a bordo de um voo da Transavia. Vinda de Paris, Maria Ferreira devia ter desembarcado no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, no entanto foi esquecida pela tripulação no avião e acabou por vir parar por engano à Madeira, relata hoje o Correio da Manhã, citado pelo Observador. Tanto a senhora, como a respetiva família, viveram momentos de aflição e a Transavia remeteu para mais tarde os esclarecimentos deste episódio que teve lugar a 28 de julho. De acordo com a mesma fonte, Maria Ferreira embarcou em Paris às 06h30 e chegou ao Porto pelas 07h45. O voo prosseguiu para a Madeira com ela a bordo e a passageira só regressou à Invicta pelas 17 horas, tendo a passageira passado um total de nove horas. A idosa seguia em cadeira de rodas, voava sozinha e ia passar férias com a família, em Espinho. A própria relatou ao CM que a filha a tinha recomendado a uma hospedeira. Assim que chegou à Madeira, Maria Ferreira entrou em pânico porque não sabia onde estava. “Quando cheguei, os passageiros saíram todos e fiquei, sozinha, à espera da hospedeira. Passado algum tempo, começaram a entrar passageiros e o avião levantou outra vez voo. Lá na Madeira, a hospedeira disse-me que tinha de sair e foi quando percebi que não estava no Porto”, disse ao CM. A família ficou preocupada quando Maria Ferreira não desembarcou no Porto e só após “várias horas de desespero” recebeu um telefonema da PSP do Funchal a dizer que a idosa estava na Madeira.