Incêndios: Mais de 60 militares reforçam vigilância em nove distritos a partir de amanhã

Mais de 60 militares da Marinha e do Exército vão reforçar, a partir de sexta e até segunda-feira, a vigilância e patrulhamento de prevenção de incêndios em nove distritos, informou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas. “A subida...

Incêndios: Mais de 60 militares reforçam  vigilância em nove distritos a partir de amanhã
Mais de 60 militares da Marinha e do Exército vão reforçar, a partir de sexta e até segunda-feira, a vigilância e patrulhamento de prevenção de incêndios em nove distritos, informou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas. “A subida das temperaturas para os próximos dias leva ao terreno, a partir de amanhã [sexta-feira], 66 militares distribuídos por 22 patrulhas (seis da Marinha e 16 do Exército), que vão reforçar as ações de vigilância terrestre e patrulhamento dissuasor em nove distritos de Portugal Continental, em apoio à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) na prevenção de incêndios”, lê-se num comunicado enviado à comunicação social. O EMGFA refere que o objetivo desta medida passa por “incrementar as ações de prevenção um pouco por todo o país, com especial incidência nos distritos de Bragança, Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Portalegre, Santarém e Vila Real”. “Os militares das Forças Armadas irão ser empenhados em operações de vigilância terrestre, mas, em caso de necessidade, poderão ser empenhados em ações de pós rescaldo ou de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas”, acrescenta o comunicado divulgado hoje. De acordo com o EMGFA, a estes militares “somam-se aos 124 que já se encontram nas mesmas funções em grande parte do território nacional”.