Inflação fixa-se em menos 0,1 em julho

Os dados divulgados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) revêm em baixa a variação média dos últimos doze meses do Índice de Preços no Consumidor (IPC). A taxa de inflação retomou a trajetória descendente iniciada há 20 meses e interrompida no mês de junho. Em julho de 2020, na Madeira, a variação média registada pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) nos últimos doze meses foi de -1,0%, inferior em 0,2 pontos percentuais (p.p.) ao observado no mês anterior. A análise da DREM faz também notar julho que foi o nono mês consecutivo em que a taxa de variação média dos últimos doze meses do IPC foi negativa. As classes da “Educação” e do “Lazer, recreação e cultura” foram as que registaram as maiores variações negativas, de ‑4,0% e -3,9%, respetivamente. Em sentido inverso, as variações positivas mais expressivas foram observadas nas classes “Restaurantes e hotéis” e “Bebidas alcoólicas e tabaco”, de +1,6% e +1,4%, pela mesma ordem. No País, o IPC registou uma taxa de variação média de 0,1%, o mesmo valor do mês anterior.    

Inflação fixa-se em menos 0,1 em julho
Os dados divulgados pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM) revêm em baixa a variação média dos últimos doze meses do Índice de Preços no Consumidor (IPC). A taxa de inflação retomou a trajetória descendente iniciada há 20 meses e interrompida no mês de junho. Em julho de 2020, na Madeira, a variação média registada pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) nos últimos doze meses foi de -1,0%, inferior em 0,2 pontos percentuais (p.p.) ao observado no mês anterior. A análise da DREM faz também notar julho que foi o nono mês consecutivo em que a taxa de variação média dos últimos doze meses do IPC foi negativa. As classes da “Educação” e do “Lazer, recreação e cultura” foram as que registaram as maiores variações negativas, de ‑4,0% e -3,9%, respetivamente. Em sentido inverso, as variações positivas mais expressivas foram observadas nas classes “Restaurantes e hotéis” e “Bebidas alcoólicas e tabaco”, de +1,6% e +1,4%, pela mesma ordem. No País, o IPC registou uma taxa de variação média de 0,1%, o mesmo valor do mês anterior.