Insólito: Jovem de 24 anos casa com prima de 81 para escapar ao serviço militar

Alexander Kondratyuk é um jovem de 24 anos e, por isso, é obrigado a cumprir o serviço militar obrigatório, tal como determina a lei na Ucrânia. Assim, para escapar à tropa, o jovem casou com a sua prima, uma mulher de 81 anos, que vive na...

Insólito: Jovem de 24 anos casa com prima de 81 para escapar ao serviço militar
Alexander Kondratyuk é um jovem de 24 anos e, por isso, é obrigado a cumprir o serviço militar obrigatório, tal como determina a lei na Ucrânia. Assim, para escapar à tropa, o jovem casou com a sua prima, uma mulher de 81 anos, que vive na localidade de Baykovka, na cidade ucraniana de Vinnitsa. De acordo com a lei daquele país, todos os homens entre os 18 e os 26 anos são obrigados a cumprir o serviço militar obrigatório. Mas há uma exceção. Aqueles que tiverem de cuidar da esposa que apresente qualquer tipo de invalidez, ficam dispensados de ir à tropa. O insólito matrimónio tornou-se popular e chegou às televisões locais. Numa entrevista, citada pelo jornal Metro, Alexander negou que tivesse casado com a prima por interesse, garantindo ter um grande afeto pela prima. A mesma versão é sustentada por Zinaida Illarionovna que garante que o jovem é um bom marido e que a trata bem. No entanto, os vizinhos de Zinaida não confirmam que assim seja. Aliás, segundo os mesmos, Zinaida é visitada mais vezes pelos sobrinhos, netos e irmãs do que pelo próprio marido. Apesar de a imprensa ucraniana dar conta de que foi aberta uma investigação, as forças armadas já disseram não ser do seu interesse investigar o caso. De acordo com o Correio da Manhã, uma testemunha terá mesmo afirmado que a idosa morava sozinha em casa e que o único sinal do seu casamento era o certificado que trazia sempre consigo para mostrar ao quadro de recrutamento que aparece de quando em vez na área à procura de novos militares.