Ireneu ‘convida’, pelas 17h00, Albuquerque a formar Governo

Miguel Albuquerque vai ser hoje recebido pelo Representante da República, no Palácio de São Lourenço, que o irá convidar para formar o XIII Governo Regional da Madeira. Antes, Ireneu Barreto, vai ainda receber representante partidos que formam...

Ireneu ‘convida’, pelas 17h00, Albuquerque a formar Governo
Miguel Albuquerque vai ser hoje recebido pelo Representante da República, no Palácio de São Lourenço, que o irá convidar para formar o XIII Governo Regional da Madeira. Antes, Ireneu Barreto, vai ainda receber representante partidos que formam a coligação PSD / CDS. Assim, pelas 15h00 será o PSD a estar no Palácio de São Lourenço, seguindo-se o CDS pelas 16h00. Depois, pelas 17h00, Ireneu Barreto recebe, então Miguel Albuquerque, líder da força partidária mais votada, convidando-o a formar governo. Neste último momento, pode muito bem acontecer que Miguel Albuquerque faça-se já acompanhar da lista que irá compor o Executivo madeirense para os próximos quatro anos, poupando uma outra deslocação ao Palácio de São Lourenço, para cumprir uma formalidade. Tudo indica que será uma estrutura de um presidente (Miguel Albuquerque), um vice-presidente (Pedro Calado) e nove secretarias regionais. Destas, duas serão do CDS (Rui Barreto e Teófilo Cunha) e sete do PSD, sendo nestas que surgem ainda algumas dúvidas na respetiva composição. Nomes como Pedro Ramos (Saúde), Jorge Carvalho (Educação), Amílcar Vasconcelos (Infraestruturas), Susana Prada (Ambiente), e Humberto Vasconcelos (Agricultura) parecem seguros, com dúvidas ao nível da Inclusão e Assuntos Sociais e do Turismo e Cultura. Hoje, recorde-se, Miguel Albuquerque e Rui Barreto têm agendada uma cerimónia para assinatura pública do acordo firmado, político, parlamentar e governativo, conforme já por diversas vezes frisado. Será pelas 12h00 no Museu de Imprensa, em Câmara de Lobos. Com isto, assiste-se a uma agilização do processo, daí resultando que muito provavelmente nos primeiros dias da próxima semana, 14 ou 15 de outubro, teriam lugar as duas cerimónias de tomadas de posse. Pela manhã os deputados eleitos para a Assembleia Legislativa da Madeira, para aquela que será a XII, com consequente eleição do presidente, num ato em que participam os deputados eleitos, mesmo que de seguida se proceda às respetivas substituições, sabendo-se já que, seguramente, Miguel Albuquerque, Pedro Calado, Emanuel Câmara e Rui Barreto estarão nestas condições. Mas poderão haver outros. No caso da eventualidade de existirem deputados que optem pela renúncia do mandato, esses sim, verão as suas cadeiras colmatadas ainda antes da votação para a presidência. Na normalidade, serão também empossados os três vice-presidentes, mas não necessariamente.