Jaime Filipe Ramos diz detetar "muita azia pelos resultados eleitorais"

No que respeita aos partidos, foi Jaime Filipe Ramos a fechar as intervenções. O líder parlamentar do PSD considera que "o debate foi esclarecedor" numa nova legislatura com um quadro com o parceiro certo, CDS, "para desgosto de muita gente,...

Jaime Filipe Ramos diz detetar "muita azia pelos resultados eleitorais"
No que respeita aos partidos, foi Jaime Filipe Ramos a fechar as intervenções. O líder parlamentar do PSD considera que "o debate foi esclarecedor" numa nova legislatura com um quadro com o parceiro certo, CDS, "para desgosto de muita gente, alguns aqui presentes". Disse detetar "muita azia pelos resultados eleitorais, desde a noite eleitoral e que passasldos 52 dias ainda continua". Falou em "mau perder do PS" relevando que "o PS convive muito mal" com os resultados democráticos falando em "aliciamento a deputados desta assembleia" logo após a noite eleitoral para sensibilizar que os cetca de 39 por cento dos votos no PSD não lhe dariam "legitimidade para governar". Jaime Filipe Ramos elencou ainda os problemas com a República que transitam da anterior legislatura, aguardando resoluções. Entre as reivindicações, deu especial ênfase ais dossies do subsídio de mobilidade e o ferry. Manifestou ainda expetativa em relação ao  "orcamento de estado" esperando que a abertura que parece existir para um melhor entendimento com Lisboa tenha reflexos nesse documento. Pediu à oposição que "não resuma a sua intervenção a uma mera retórica" e projetou os investimentos previstos para o quadriénio, aqui destacando a obra do novo hospital. "O nosso sistema regional de saúde não é perfeito mas é um bom sistema", elogiou ainda, da mesma forma que enalteceu as mexidas de apoio à educação, valorização da cidadania e juventude.