João Santos defende exclusão dos dirigentes da APM

O antigo director regional da Juventude e Desporto, João Santos, defende a exclusão dos dirigentes da Associação de Patinagem da Madeira, por atentarem contra o desporto da Região Autónoma da Madeira, refere publicação no site oficial do CF...

João Santos defende exclusão dos dirigentes da APM
O antigo director regional da Juventude e Desporto, João Santos, defende a exclusão dos dirigentes da Associação de Patinagem da Madeira, por atentarem contra o desporto da Região Autónoma da Madeira, refere publicação no site oficial do CF Carvalheiro. "Continuam as manifestações de solidariedade e apoio ao CF Carvalheiro, na sequência da tentativa de exclusão da sua equipa de hóquei em patins da 3.ª Divisão Nacional pela Associação de Patinagem da Madeira. Às diversas vozes de protesto junta-se agora a de João Santos, antigo director regional da Juventude e Desporto, que não poupa críticas ao elenco liderado por Miguel Rodrigues", lê-se na publicação. Num comentário a uma das publicações na página oficial do clube, João Santos afirma que “quem age desta forma contra o desporto da RAM tem de ser excluído das associações desportivas”. O antigo director regional da Juventude e Desporto classifica com a expressão “vergonha” e manifesta assim a sua total solidariedade para com o CF Carvalheiro. João Santos espera “que seja reposta a justiça e já”, em concordância com a posição recentemente assumida pelos dirigentes do CF Carvalheiro em levar o caso até às últimas instâncias.