Jorge Carvalho na apresentação do estudo “Estado da Tecnologia em Educação em Portugal”

O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, vai estar presente, esta sexta-feira, 18 de junho, na apresentação do estudo “Estado da Tecnologia em Educação em Portugal”, que terá lugar no auditório da Escola Secundária de Jaime Moniz. O estudo, promovido pela Promethean e desenvolvido em colaboração com o Centro de Investigação em Educação (CIEd), unidade de investigação multidisciplinar do Instituto de Educação, da Universidade do Minho, entidades responsáveis pela análise, validação e relatório dos dados deste inquérito, debruçou-se sobre o Estado da Tecnologia em Educação em Portugal e teve por objetivos: perceber como a tecnologia está realmente a ser utilizada nos estabelecimentos/instituições de educação e de ensino; mapear as principais tendências na utilização de tecnologias em contexto de sala de aula; identificar oportunidades de progresso neste âmbito. Mais de 2500 docentes participaram no estudo, dos quais 945 lecionam em estabelecimentos de educação e ensino da Região Autónoma da Madeira.

Jorge Carvalho na apresentação do estudo “Estado da Tecnologia em Educação em Portugal”
O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, vai estar presente, esta sexta-feira, 18 de junho, na apresentação do estudo “Estado da Tecnologia em Educação em Portugal”, que terá lugar no auditório da Escola Secundária de Jaime Moniz. O estudo, promovido pela Promethean e desenvolvido em colaboração com o Centro de Investigação em Educação (CIEd), unidade de investigação multidisciplinar do Instituto de Educação, da Universidade do Minho, entidades responsáveis pela análise, validação e relatório dos dados deste inquérito, debruçou-se sobre o Estado da Tecnologia em Educação em Portugal e teve por objetivos: perceber como a tecnologia está realmente a ser utilizada nos estabelecimentos/instituições de educação e de ensino; mapear as principais tendências na utilização de tecnologias em contexto de sala de aula; identificar oportunidades de progresso neste âmbito. Mais de 2500 docentes participaram no estudo, dos quais 945 lecionam em estabelecimentos de educação e ensino da Região Autónoma da Madeira.