Jorge Carvalho sublinha evolução da investigação e desenvolvimento tecnológico na Região

O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, visitou, esta sexta-feira, a ‘Ciência no Mercado’, iniciativa da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI), que decorreu...

Jorge Carvalho sublinha evolução da investigação e desenvolvimento tecnológico na Região
O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, visitou, esta sexta-feira, a ‘Ciência no Mercado’, iniciativa da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI), que decorreu no Mercado dos Lavradores. Na oportunidade, o governante recordou que, fruto das políticas prosseguidas pelo Governo Regional, a Região Autónoma da Madeira (RAM) deixou de ser a última e passou a ser a quinta região do país no investimento em Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (IDT). «A RAM ultrapassou em 2017 o Algarve em termos de intensidade de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico e já tinha ultrapassado em 2016 os Açores. Deixou de ser a última região do país neste índice, situação em que se encontrava de forma crónica ao longo de muitos anos, e tornou-se a quinta. O Governo Regional tem apostado fortemente nesta área, procurando ir ao encontro das estratégias de especialização inteligente preconizadas pela Comissão Europeia e que são fundamentais para a execução dos fundos estruturais. Em 2019, as atividades das instituições dependentes do Governo Regional nesta área empregam cerca de 150 investigadores na RAM, que representam metade dos recursos humanos envolvidos em atividades de IDT mais Inovação na Região», enalteceu. Jorge Carvalho revelou ainda o objetivo que se segue. «O próximo passo nesta estratégia do Governo Regional visa tirar partido da experiência acumulada nos últimos sete anos, garantindo que a RAM se mantém competitiva num espaço geográfico particularmente atrativo para investimentos internacionais, o que se afigura determinante para preparar a Região para o novo quadro comunitário e para o programa Horizonte Europa», concretizou.