Jornalista brasileiro assassinado com 12 tiros enquanto jantava com a família

O jornalista brasileiro Léo Veras foi ontem assassinado com 12 tiros, disparados por dois homens encapuzados que entraram na sua casa enquanto jantava com a família, avança o SOL. Léo Veras, que residia no Paraguai, tinha um site de notícias no...

Jornalista brasileiro assassinado com 12 tiros enquanto jantava com a família
O jornalista brasileiro Léo Veras foi ontem assassinado com 12 tiros, disparados por dois homens encapuzados que entraram na sua casa enquanto jantava com a família, avança o SOL. Léo Veras, que residia no Paraguai, tinha um site de notícias no qual denunciava tráfico de droga na região da fronteira entre o Paraguai e o Brasil, com o alegado envolvimento de elementos da polícia. As denúncias que fez valeram-lhe inúmeras ameaças de morte, que escalaram nos últimos dias, como confirmou o procurador responsável pela investigação do homicídio, refere a mesma fonte. "Ele recebeu ameaças nesses últimos dias. Ele estava nervoso, estava inquieto, estava temeroso. Em uma conversa que manteve com sua esposa, ele se despediu, praticamente. Ele disse: “Amor, se cuida, cuida das crianças”. Praticamente se despede de sua família. Ou seja, já sabia que iriam matá-lo", revelou Marco Amarilla, citado pelo site G1. Um amigo do jornalista, que pediu o anonimato, confirmou que as ameaças se tornaram constantes. “Ele falou que as ameaças eram por matérias referentes ao tráfico de drogas e também relacionadas a autoridades policiais paraguaias”.