José Manuel Rodrigues defende pacto de crescimento económico na Região

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira propôs, no seu discurso no dia do parlamento, um pacto de crescimento económico e do emprego assente em três pilares: aprofundamento da autonomia, nova lei de finanças regionais e um pacote fiscal para a criação na Região, de um polo atrativo para o investimento externo. Antes, José Manuel Rodrigues admitiu que a assembleia tem produzido muita legislação, mas falta "arrojo" nas soluções legislativas. Garantiu que no seu mandato "não haverá subalternização da Assembleia ao Governo Regional" e defendeu a importância de ser criado um círculo para a emigração que represente no parlamento os milhares de madeirenses no mundo.

José Manuel Rodrigues defende pacto de crescimento económico na Região
O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira propôs, no seu discurso no dia do parlamento, um pacto de crescimento económico e do emprego assente em três pilares: aprofundamento da autonomia, nova lei de finanças regionais e um pacote fiscal para a criação na Região, de um polo atrativo para o investimento externo. Antes, José Manuel Rodrigues admitiu que a assembleia tem produzido muita legislação, mas falta "arrojo" nas soluções legislativas. Garantiu que no seu mandato "não haverá subalternização da Assembleia ao Governo Regional" e defendeu a importância de ser criado um círculo para a emigração que represente no parlamento os milhares de madeirenses no mundo.