José Manuel Rodrigues é para ser eleito à primeira

Há novos desenvolvimentos em relação à indicação de José Manuel Rodrigues para a presidência da Assembleia Legislativa da Madeira, no âmbito do novo cenário político-partidário que saiu das últimas Eleições Regionais. O novo presidente da ALM...

José Manuel Rodrigues é para ser eleito à primeira
Há novos desenvolvimentos em relação à indicação de José Manuel Rodrigues para a presidência da Assembleia Legislativa da Madeira, no âmbito do novo cenário político-partidário que saiu das últimas Eleições Regionais. O novo presidente da ALM será eleito à primeira, caso contrário José Manuel Rodrigues passaria a independente logo numa eventual segunda votação. Após a assinatura do acordo entre PSD e CDS, há pouco em Câmara de Lobos, José Manuel Rodrigues falou pela primeira vez na questão da presidência da ALM que o JM noticiou em primeira mão na passada sexta-feira. O dirigente centrista fê-lo em direto na 88.8 JMFM, falando para todos os jornalistas presentes na cerimónia do acordo, tendo confirmado que quer ser presidente do Parlamento, “o que seria bom para o CDS, mas também para o PSD”. Confrontado com a chantagem que lhe é atribuída, recorreu a uma expressão da sua avó “mil escudos sem um escudo já não são mil escudos”, mas recusou o cenário da sua passagem a independente se o PSD não satisfizesse o seu pedido. Agora, apurou o JM, José Manuel Rodrigues pode estar descansado em relação à presidência da ALM, pois os 24 deputados do PSD e do CDS vão mesmo elegê-lo. A eleição ocorrerá à primeira, conforme exigiu o dirigente centrista, de modo a evitar a concretização da ameaça de passar a independente numa eventual segunda votação. O tema tem sido evitado por todos os dirigentes de PSD e CDS, já que em ambos os partidos há militantes inconformados com a cedência às exigências de José Manuel Rodrigues.