Junta de Freguesia do Caniço recusa espaço a clínica auditiva acusada de usar indevidamente o nome do SESARAM

A Junta de Freguesia do Caniço divulgou hoje através da rede social Facebook o seguinte comunicado (citado na íntegra): “Em virtude dos acontecimentos vindos a público e relacionados com a empresa que faria gratuitamente os rastreios auditivos...

Junta de Freguesia do Caniço recusa espaço a clínica auditiva acusada de usar indevidamente o nome do SESARAM
A Junta de Freguesia do Caniço divulgou hoje através da rede social Facebook o seguinte comunicado (citado na íntegra): “Em virtude dos acontecimentos vindos a público e relacionados com a empresa que faria gratuitamente os rastreios auditivos na nossa sede de freguesia no próximo dia 27 de agosto, baseando-nos na tomada de conhecimento de que a mesma tem utilizado indevidamente o nome do SESARAM, entidade reguladora da Saúde na RAM, como “parceiro” nos rastreios, sem que tenha havido qualquer parceria formalizada entre ambas partes ou qualquer tipo de relação entre as mesmas, sentimo-nos no direito de, e atendendo à forma como a situação se tem desenvolvido, reconsiderar a cedência de espaço cedido para o serviço acima referido sendo que o mesmo não estará mais disponível. A nossa decisão baseia-se na quebra de confiança que sentimos perante o sucedido, sendo nossa opção não compactuar com este ardil que foi engendrado, usando o nome do SESARAM para alcançar os interesses da empresa. Esta é uma forma de trabalho e atuação com a qual não nos revemos. Defendemos sempre a causa pública, o que implica também a saúde e qualidade da mesma e dos seus serviços, e colocamos a população sempre acima de tudo. A falta de transparência e de assertividades como todo este processo foi sendo gerido, não é compatível com a nossa forma de trabalhar e, como tal, reforçamos o anteriormente referido, sendo que a cedência de espaço fica, a partir deste momento, sem efeito e como tal não se realizarão na sede da Junta de Freguesia os rastreios auditivos.”