Lider da Câmara de Representantes diz que Trump colocou em risco segurança nacional

A líder Democrata da Câmara dos Representantes disse hoje que a queixa de um denunciante mostra que o Presidente dos EUA, Donald Trump, colocou em risco a segurança nacional e tentou “abafar” o caso do telefonema para o homólogo ucraniano....

Lider da Câmara de Representantes diz que Trump colocou em risco segurança nacional
A líder Democrata da Câmara dos Representantes disse hoje que a queixa de um denunciante mostra que o Presidente dos EUA, Donald Trump, colocou em risco a segurança nacional e tentou “abafar” o caso do telefonema para o homólogo ucraniano. Nancy Pelosi acusou Donald Trump de “trair o seu juramento de posse e a segurança nacional”, referindo-se a uma denúncia cujo relatório revela dados incriminatórios do comportamento do Presidente, durante um telefonema ao seu homólogo da Ucrânia, pressionando-o para investigar um adversário político, e ao tentar “abafar” o caso, restringindo acesso a dados sobre o processo. O relatório hoje divulgado pelo Congresso relata as preocupações de um denunciante dos serviços de informação, referindo um telefonema de Trump para o Presidente da Ucrânia, Vladimir Zelenski, em julho passado, pressionando-o a investigar Hunter Biden, filho de Joe Biden, vice-presidente no mandato de Barack Obama e atual candidato à Casa Branca pelo Partido Democrata, por suspeita de irregularidades na sua ligação com uma empresa ucraniana. Esta suspeita levou a Democrata Nancy Pelosi a anunciar, terça-feira, um inquérito para destituir Donald Trump, por abuso de poder presidencial, ao pressionar um líder estrangeiro a investigar um adversário político. No relatório o denunciante diz que “os funcionários da Casa Branca intervieram para bloquear todas os registos do telefonema, principalmente a transcrição oficial, palavra por palavra”. “Isso é um encobrimento!”, acusou hoje Nancy Pelosi, numa declaração após a divulgação do relatório pelo Congresso, onde justificou a decisão da bancada Democrata na Câmara dos Representantes para avançar com um inquérito para a destituição de Donald Trump. Ao longo das últimas horas, vários congressistas Republicanos têm criticado a decisão do inquérito para o ‘impeachment’, dizendo que os Democratas se precipitaram para uma investigação, sem conhecerem integralmente a denúncia apresentada pelo funcionário dos serviços de informação. O Presidente reagiu dizendo que tudo não passa de uma “caça às bruxas”, que não disse nada de errado no telefonema e que os adversários querem usar este episódio para prejudicar a sua campanha de reeleição, em 2020. Hoje, a Casa Branca reiterou esta posição, dizendo que “continuará a combater a histeria e as narrativas falsas que estão a ser vendidas pelos Democratas, através dos media tradicionais”.