Lopes da Fonseca acusa autor do programa do PS de ter plano para explorar "recursos naturais" submarinos

O presidente do grupo parlamentar do CDS acusou hoje Rúben Eiras, responsável pela criação do Programa eleitoral do PS para o setor do mar, nas eleições regionais de setembro de 2019, de ter um plano para "vender" os recursos naturais submarinos...

Lopes da Fonseca acusa autor do programa do PS de ter plano para explorar "recursos naturais" submarinos
O presidente do grupo parlamentar do CDS acusou hoje Rúben Eiras, responsável pela criação do Programa eleitoral do PS para o setor do mar, nas eleições regionais de setembro de 2019, de ter um plano para "vender" os recursos naturais submarinos da Madeira à Galp. De acordo com Lopes da Fonseca, Ruben Eiras, que manteve ligações profissionais à Galp e ao Ministério do Mar, pretendia avançar com um "plano de exploração submarina de petróleo e gás nos mares da Madeira". Daí que, no programa dos socialistas, houvesse uma forte aposta nas políticas do mar, para onde estavam alocados 460 milhões de euros para investir na década. "Não querem jaulas, mas querem plataformas petrolíferas", afirmou, sentenciando: "Queriam vender a Maderia à Galp". A acusação foi feita hoje durante o debate do ORAM2020.