Los Angeles. Dois adolescentes morreram, atirador em estado grave

Dois estudantes morreram e vários colegas ficaram feridos, esta quinta-feira, no tiroteio ocorrido num liceu de Los Angeles. Uma rapariga de 16 anos e um rapaz de 14 morreram na sequência do tiroteio ocorrido esta manhã de quinta-feira numa...

Los Angeles. Dois adolescentes morreram, atirador em estado grave
Dois estudantes morreram e vários colegas ficaram feridos, esta quinta-feira, no tiroteio ocorrido num liceu de Los Angeles. Uma rapariga de 16 anos e um rapaz de 14 morreram na sequência do tiroteio ocorrido esta manhã de quinta-feira numa escola secundária de Los Angeles. As autoridades locais confirmaram, em conferência de imprensa, a morte da rapariga, mas, minutos depois, era anunciada a morte do rapaz, que não resistiu aos ferimentos, já no hospital. O atirador, sublinhe-se, um rapaz de 16 anos que estudava na mesma escola, está em estado crítico, depois de ter disparado contra ele próprio, após o ataque aos colegas.  Há mais quatro adolescentes feridos: dois rapazes de 14 anos, uma rapariga de 14 anos e uma rapariga de 15. A polícia está a interrogar a mãe e a namorada do suspeito, que celebra esta quinta-feira o seu 16.º aniversário. O tiroteio, recorde-se, aconteceu pouco depois das 7h30 (hora local, 15h30 em Portugal), quando os alunos estavam a chegar à escola secundária Saugus, na cidade de Santa Clarita, a 48 quilómetros do centro de Los Angeles. De acordo com as declarações iniciais da polícia, o suspeito entrou na escola com uma pistola semiautomática de calibre .45 dentro da mochila. Uma vez dentro das instalações, tirou a pistola e disparou contra colegas, tendo depois atirado contra si próprio. A pistola foi encontrada pela polícia no local, completamente descarregada. Depois de fazer as atualizações sobre o balanço de mortos no liceu de Saugus, o xerife do condado de Los Angeles fez referência ao historial de tiroteios em escolas. "Detesto ver [a escola de] Saugus acrescentada à lista de Columbine, Parkland, Sandy Hook, mas é uma realidade que nos afeta a todos, em toda a nação. É uma coisa com a qual vamos ter de lidar".