Macron mantém prazo para reconstrução da Notre-Dame apesar da pandemia

O presidente francês disse hoje que "tudo será feito" para reconstruir a Notre-Dame dentro dos próximos cinco anos, como foi decidido após o incêndio que destruiu a catedral, cujas obras estão paradas devido à covid-10. Através de uma mensagem registada em vídeo e difundida na página oficial do Eliseu para assinalar o primeiro ano após o fogo, Emmanuel Macron sublinha que "não se esquece" da reconstrução do templo, apesar da pandemia do novo coronavírus .  "Vamos reconstruir a Notre-Dame em cinco anos, prometo. Vamos fazer tudo para cumprir o prazo. A obra está parada neste momento de crise sanitária, mas vai ser possível", afirmou. A reconstrução da catedral danificada pelo fogo em 2019 foi suspensa no passado dia 16 de março para evitar o contágio entre os trabalhadores. "O restauro da Notre-Dame é do interesse de todos, é um símbolo de resiliência do nosso povo, da nossa capacidade de avançar", acrescentou. Hoje o sino do torreão sul da catedral vai repicar por volta das 20:00 (19:00 em Lisboa) para assinalar a hora do início do incêndio do dia 15 de abril de 2019.

Macron mantém prazo para reconstrução da Notre-Dame apesar da pandemia
O presidente francês disse hoje que "tudo será feito" para reconstruir a Notre-Dame dentro dos próximos cinco anos, como foi decidido após o incêndio que destruiu a catedral, cujas obras estão paradas devido à covid-10. Através de uma mensagem registada em vídeo e difundida na página oficial do Eliseu para assinalar o primeiro ano após o fogo, Emmanuel Macron sublinha que "não se esquece" da reconstrução do templo, apesar da pandemia do novo coronavírus .  "Vamos reconstruir a Notre-Dame em cinco anos, prometo. Vamos fazer tudo para cumprir o prazo. A obra está parada neste momento de crise sanitária, mas vai ser possível", afirmou. A reconstrução da catedral danificada pelo fogo em 2019 foi suspensa no passado dia 16 de março para evitar o contágio entre os trabalhadores. "O restauro da Notre-Dame é do interesse de todos, é um símbolo de resiliência do nosso povo, da nossa capacidade de avançar", acrescentou. Hoje o sino do torreão sul da catedral vai repicar por volta das 20:00 (19:00 em Lisboa) para assinalar a hora do início do incêndio do dia 15 de abril de 2019.