Mãe atira filho de um mês e filha de três anos pela janela de um terceiro andar em França

Uma mulher de 31 anos foi detida no passado domingo quando fugia, a pé, para a estação ferroviária de Bondy, em Seine-Saint-Denis, França. Momentos antes, a jovem mulher terá atirado os dois filhos pela janela do terceiro andar de um prédio...

Mãe atira filho de um mês e filha de três anos pela janela de um terceiro andar em França
Uma mulher de 31 anos foi detida no passado domingo quando fugia, a pé, para a estação ferroviária de Bondy, em Seine-Saint-Denis, França. Momentos antes, a jovem mulher terá atirado os dois filhos pela janela do terceiro andar de um prédio residencial, de acordo com o Notícias ao Minuto. As crianças foram de imediato socorridas por transeuntes e os relatos dão conta de que o bebé, de apenas um mês, cujo corpo estava deitado no chão ao lado do da irmã de três anos, não sentia as pernas. Na noite de segunda-feira, revela o Le Parisien, citado pela mesma fonte, o prognóstico do bebé era reservado. As autoridades indicam que as crianças caíram de uma altura de 13 metros, distância que entre o terceiro andar do prédio e o solo. O menino e a menina acabaram por cair numa zona ajardinada que, nesta altura, devido às chuvas, está particularmente macia. Acreditam as autoridades que terá sido este o motivo pelo qual as crianças não tiveram morte imediata. Já a mãe foi hospitalizada contra a sua vontade porque alegou estar "enfeitiçada" e que "uma voz" lhe dissera para atirar os filhos pela janela porque "eram demónios".