Mais espectadores e mais receita de bilheteira nos cinemas em 2019

As salas portuguesas de cinema registaram em 2019 um aumento de cerca de 5%, tanto em número de espectadores como em receita de bilheteira, face a 2018, revelou hoje o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA). De acordo com o ICA, 15,5 milhões...

Mais espectadores e mais receita de bilheteira nos cinemas em 2019
As salas portuguesas de cinema registaram em 2019 um aumento de cerca de 5%, tanto em número de espectadores como em receita de bilheteira, face a 2018, revelou hoje o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA). De acordo com o ICA, 15,5 milhões de espectadores foram ao cinema em 2019, o que representa mais 740 mil entradas do que no ano anterior, enquanto a receita de bilheteira se fixou em 83,1 milhões de euros, mais 4,4 milhões de euros do que em 2018. A justificar este aumento está a prestação dos filmes que se posicionam entre os mais vistos de 2019: "O Rei Leão", "Joker", "Vingadores: Endgame" e "Toy Story 4". A versão de "O Rei Leão", de Jon Favreau, obteve 1.280.743 espectadores e 6,9 milhões de euros de receita de bilheteira, o que faz dele o filme mais visto em Portugal, desde que o ICA começou a compilar de forma sistemática, em 2004, dados estatísticos sobre o panorama cinematográfico. O filme "O Rei Leão" destrona, assim, "Avatar", de James Cameron, que em 2009 foi visto por 1.207.749 espectadores e obteve 6,9 milhões de euros de receita de bilheteira. Em 2019, o cinema português foi visto por 698.918 espectadores, ou seja obteve mais do dobro de audiência em relação a 2018, ano em que registou 273.150 espectadores. A quota de mercado do cinema português, em matéria de espectadores, é de apenas 4,5% do total, mas significa a terceira melhor da década (2009-2019). Em 2015, registou 946.082 (6,5% da quota de mercado) e, em 2012, foram 734.264 espectadores (5,3% da quota de mercado). Em comunicado, o ICA sublinha que o valor de 4,5% de quota de mercado do cinema português, alcançado em 2019, "é um dos mais elevados desde 1975". Entre os 47 filmes portugueses estreados em sala, o mais visto foi "Variações", de João Maia, com 278.459 espectadores, largamente à frente de "Snu", de Patrícia Sequeira, com 82.975 espectadores, e de "A Herdade", de Tiago Guedes, visto por 74.327 espectadores. Tanto na exibição como na distribuição, a NOS Lusomundo continua a ser líder de mercado. Em 2019 realizaram-se 661.100 sessões de cinema no circuito comercial, o que significa que, em média, em cada uma delas estiveram 23 espectadores. O ano de 2019 registou menos espectadores e mais receitas de bilheteira, se comparado com 2009, quando foram registados 15,7 milhões espectadores e 73,8 milhões de euros. O número de espectadores de cinema é divulgado mensalmente pelo ICA, desde 2004, com base em dados de bilheteira. Antes da informatização do sistema, o número de espectadores era estimado pelo Instituto Nacional de Estatística, a partir do Inquérito aos Espectáculos Públicos (até 1998) e do Inquérito ao Cinema (1999-2003).