Marcelo diz que madeirense João Rodrigues foi desportista excecional

João Rodrigues, o multimedalhado velejador madeirense, foi hoje recebido por Marcelo Rebelo de Sousa, com o Presidente da República a enaltecer o desportista de excelência que ele foi. O Presidente da República recebeu hoje, no Palácio de Belém,...

Marcelo diz que madeirense João Rodrigues foi desportista excecional
João Rodrigues, o multimedalhado velejador madeirense, foi hoje recebido por Marcelo Rebelo de Sousa, com o Presidente da República a enaltecer o desportista de excelência que ele foi. O Presidente da República recebeu hoje, no Palácio de Belém, o velejador madeirense João Rodrigues, no âmbito da iniciativa “Desportistas no Palácio de Belém”. Marcelo Rebelo de Sousa, na oportunidade, sublinhou que os mais jovens identificam-se com o Desporto e com os desportistas excecionais. E complementou, referindo-se, a João Rodrigues: «e hoje temos um desportista excecional, porque bateu o recorde de participações [de um português] em Jogos Olímpicos, além de ter sido campeão do mundo e ter alcançado todas as conquistas possíveis e imaginárias. Foi atleta olímpico ininterruptamente desde 1992 até aos últimos Jogos Olímpicos, em 2016». O Chefe de Estado lembrou que, em Tóquio, João Rodrigues terá a missão de «acompanhar, aconselhar e enquadrar» os atletas que vão representar Portugal, mas já «não levará a bandeira nacional que carregou no desfile das delegações na abertura dos Jogos Olímpicos no Rio, porque o corpo tem limites». «1992, 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016, ele esteve sempre lá. É um feito brutal. Competir ao mais alto nível implica naturalmente muito trabalho, competência, talento e resistência física», disse ainda Marcelo Rebelo de Sousa, apontando o exemplo de João Rodrigues como a seguir pelos jovens, dirigindo-se, no caso, ao grupo de 57 alunos do Agrupamento de Escolas Lima de Freitas de Setúbal e do Colégio Militar, que também estiveram na cerimónia. Por seu turno, João Rodrigues, disse ser «extremamente gratificante, uma honra e um privilégio poder contar uma história de vida, apadrinhado pelo senhor Presidente», sublinhando que a iniciativa ‘Desportistas no Palácio’ de Belém é «uma forma muito vincada de mostrar outras modalidades, no caso da vela em particular, num país rodeado por mar, que faz todo o sentido que seja reconhecida». João Rodrigues recordou o seu passado enquanto desportista, desde os nove anos, na ilha da Madeira, onde nasceu há 47 anos, fazendo uma retrospetiva da sua carreira com 156 internacionalizações, 63 medalhas, 31 das quais de ouro, 18 de prata e 14 de bronze, e um título mundial em 1995. O momento mais bonito da carreira foi vivido, diz, quando transportou «a bandeira de Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio», após 28 anos dedicados à alta competição. Assista ao vídeo publicado pela Presidência da República, acedendo a http://twixar.me/rXH1.