Mérito insular foi distinguido no Muay Thai

O madeirense José Abreu foi distinguido pela Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai no último fim de semana com um total de três prémios. Foram eles: Treinador do Ano, Selecionador do Ano e Dirigente Federativo Clube com melhor desempenho...

Mérito insular foi distinguido no Muay Thai
O madeirense José Abreu foi distinguido pela Federação Portuguesa de Kickboxing e Muaythai no último fim de semana com um total de três prémios. Foram eles: Treinador do Ano, Selecionador do Ano e Dirigente Federativo Clube com melhor desempenho internacional. Os prémios foram atribuídos no último fim de semana na Gala Anual da federação que distinguiu os melhores da temporada passada. Para além de José Abreu, foram também distinguidos os atletas Cláudia Jardim, Daniel Andrade,  Afonso Silva, António Faria e Eduardo Abreu, por terem alcançado o pódio no último Europeu da modalidade que se disputou em Minsk, na Bielorússia. Reconhecimento pelo trabalho Ao JM, José Abreu confessou que os prémios atribuídos pela federação foram também uma prova do reconhecimento do trabalho que tem sido feito, mas também graças aos atletas que estão à sua responsabilidade. ”Graças ao meu trabalho e aos meus atletas que foram reconhecidos também, graças ao trabalho que temos vindo a desenvolver ao nível regional, nacional mas também in ternacional”, confessou. Outra das notas deixadas por José Abreu vai para o crescimento, a olhos vistos, da modalidade na Madeira. “É um facto. A modalidade cresce e são cada vez mais os miúdos que querem vir treinar, no entanto, há a particularidade de mais tarde ingressarem na universidade e deixam de o fazer. Há um trabalho contínuo, na época passada tivemos sete atletas da Madeira na Seleção e isso mostra o nosso valor”, comentou. Quanto ao futuro, passa “por formar cada vez mais e internacionalizar os ‘lutadores’ madeirense”, disse, a concluir.