Milton Mendes acusado de violação no Brasil

Ex-futebolista que fez carreira no União, atuando também em clubes como a Camacha, São Vicente, Câmara de Lobos e Machico, foi acusado de violação por uma cozinheira no hotel onde estava a morar, em Sorocaba, no Brasil. Milton Mendes, cujo...

Milton Mendes acusado de violação no Brasil
Ex-futebolista que fez carreira no União, atuando também em clubes como a Camacha, São Vicente, Câmara de Lobos e Machico, foi acusado de violação por uma cozinheira no hotel onde estava a morar, em Sorocaba, no Brasil. Milton Mendes, cujo trajeto futebolístico está bastante relacionado com a Madeira, está a ser alvo de uma acusação de violação. O agora treinador do São Bento, clube que enfrenta sérios problemas para se manter na Série B do Brasil, deixou mesmo o comando da equipa horas depois da mulher, uma cozinheira, ter apresentado queixa. Milton Mendes rejeita que a sua saída esteja relacionada com o caso. “Eu já vinha empurrando essa decisão porque tínhamos esperança (de sair da zona de despromoção). Mas tenho um problema familiar com a minha esposa e ela está a precisar de mim porque sofre com uma doença", explicou o profissional, que já teve também uma passagem pelo Marítimo, enquanto adjunto de Sebastião Lazaroni. Milton Mendes garante ser inocente e admite apenas que dava presentes e abraçava as pessoas como forma de carinho. Assim, acha que pode ter sido mal interpretado. "A minha própria mulher falava que eu não deveria ser assim", recordou. "Estou muito triste com toda essa situação e tenho a certeza de que a verdade vai vir à tona, vou lutar por isso. Agora penso em minha família. Já conversei com a minha esposa e filhos, todos estavam em choque. O caso teve repercussão nacional", lamentou. O São Bento também já se pronunciou: “O Esporte Clube São Bento, por meio de sua diretoria, esclarece que tomou conhecimento dos fatos evolvendo o técnico Milton Mendes pela media neste momento. Aguardamos mais informações das autoridades, assim como do profissional acusado. O clube não compactua com qualquer tipo de atitude de desrespeito ao ser humano no geral, incluindo o facto citado pela reportagem".