Mulher agride e deixa homem à fome

A Polícia de Segurança Pública e a Cruz Vermelha Porrtuguesa foram chamados na terça-feira para um quadro de violência doméstica no sítio do Farrobo de Baixo. O indivíduo do sexo masculino, de 80 anos, é uma vítima de violência doméstica na longa relação amorosa que ficou marcada, nos últimos tempos, pelos maus-tratos psicológicos e alegadamente físicos da sua parceira. Já este ano, o idoso foi transportado ao hospital, onde terá ficado internado, supostamente pelo mesmo tipo de crime. Depois da alta e do regresso a casa, a esposa, também idosa, deixou o homem à fome e a dormir no chão e sem condições mínimas de higiene, revela fonte policial. A mulher foi intercetada pelo crime de violência doméstica sobre o companheiro. Alegadamente já estava referenciada e a ser acompanhada pela Segurança Social.   Fonte hospitalar confirmou ao JM que deu entrada no serviço de urgências, na terça-feira, perto das 19h30, uma vitima masculina de violência doméstica de idade entre os 70 e 80 anos, em clara situação de desnutrição, desidratado e com alguns hematomas. O homem foi socorrido e transportado ao hospital pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), acrescentou a mesma fonte, estando o caso entregue à Segurança Social.

Mulher agride e deixa homem à fome
A Polícia de Segurança Pública e a Cruz Vermelha Porrtuguesa foram chamados na terça-feira para um quadro de violência doméstica no sítio do Farrobo de Baixo. O indivíduo do sexo masculino, de 80 anos, é uma vítima de violência doméstica na longa relação amorosa que ficou marcada, nos últimos tempos, pelos maus-tratos psicológicos e alegadamente físicos da sua parceira. Já este ano, o idoso foi transportado ao hospital, onde terá ficado internado, supostamente pelo mesmo tipo de crime. Depois da alta e do regresso a casa, a esposa, também idosa, deixou o homem à fome e a dormir no chão e sem condições mínimas de higiene, revela fonte policial. A mulher foi intercetada pelo crime de violência doméstica sobre o companheiro. Alegadamente já estava referenciada e a ser acompanhada pela Segurança Social.   Fonte hospitalar confirmou ao JM que deu entrada no serviço de urgências, na terça-feira, perto das 19h30, uma vitima masculina de violência doméstica de idade entre os 70 e 80 anos, em clara situação de desnutrição, desidratado e com alguns hematomas. O homem foi socorrido e transportado ao hospital pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), acrescentou a mesma fonte, estando o caso entregue à Segurança Social.