Músico recupera violino de 290 mil euros que esqueceu no comboio

Um violino com 310 anos e avaliado em cerca de 290 mil euros ficou esquecido num comboio de Londres. Quem o encontrou devolveu ao seu proprietário, o músico Stephen Morris. O músico Stephen Morris esqueceu-se do seu violino com 310 anos, avaliado...

Músico recupera violino de 290 mil euros que esqueceu no comboio
Um violino com 310 anos e avaliado em cerca de 290 mil euros ficou esquecido num comboio de Londres. Quem o encontrou devolveu ao seu proprietário, o músico Stephen Morris. O músico Stephen Morris esqueceu-se do seu violino com 310 anos, avaliado em 250 mil libras (cerca de 290 mil euros), o num comboio de Londres. Segundo informa o JN, o instrumento, feito pelo mestre David Tecchler em 1709, foi deixado por distração no comboio que fazia a ligação entre Londres e Orpington, a 22 de outubro, quando Stephen Morris saiu na estação de Penge East com a sua bicicleta. Ao se aperceber da sua perda, e alertadas as autoridades, a polícia divulgou uma gravação do sistema de videovigilância que mostrava um homem a pegar no violino quando o comboio chegou à estação de Bromley South e apelou ao homem para entrar em contacto. A mesma fonte refere que só na passada quinta-feira, 31 de outubro, Stephen Morris recebeu uma mensagem, via Twitter, de alguém que dizia conhecer o homem na imagem de videovigilância e que queria ajudar por saber o que é perder bens valiosos num comboio. Os contactos com esta pessoa continuaram nas 24 horas seguintes, segundo noticia a BBC, suspeitando-se que fosse o verdadeiro "ladrão". Autodenominou-se "Gene" e aceitou encontrar-se com Stephen Morris na sexta-feira à noite, num parque de estacionamento próximo da estação de comboios de Beckenham. Numa operação coordenada com o amigo e ex-polícia Mike Pannett, foram mobilizados polícias à paisana para acompanhar a entrega do violino. Pelas 22.10 horas, "Gene", na casa dos 20 anos, aproximou-se de Stephen Morris, deu-lhe um aperto de mão e entregou-lhe o violino, que estava intacto. "Não podia ter terminado melhor", desabafou o músico. Nenhuma ação foi tomada contra "Gene", uma vez que contactou o proprietário e devolveu o violino.