Nevoeiro denso terá estado na origem de acidente de Kobe Bryant

O nevoeiro denso terá sido o grande responsável pela queda do helicóptero que matou Kobe Bryant, um dos jogadores mais marcantes da história da NBA, e outras oito pessoas, incluindo a sua filha de 13 anos, Gianna, de acordo com as investigações...

Nevoeiro denso terá estado na origem de acidente de Kobe Bryant
O nevoeiro denso terá sido o grande responsável pela queda do helicóptero que matou Kobe Bryant, um dos jogadores mais marcantes da história da NBA, e outras oito pessoas, incluindo a sua filha de 13 anos, Gianna, de acordo com as investigações que estão a ser conduzidas pelas autoridades norte-americanas. As condições atmosféricas às 9h45 de domingo nos arredores de Los Angeles (mais oito horas em Portugal) eram tão adversas que a polícia local manteve os seus helicópteros em terra. As três agências federais que estão a investigar o acidente, incluindo o FBI, vão começar por descartar problemas mecânicos, aquele que é considerado como um cenário pouco provável, adiantam fontes do setor aeronáutico. O aparelho em causa, um Sikorsky S-76B, é dos mais seguros do mercado e não tinha histórico de qualquer anomalia, e a empresa responsável pelo aluguer da aeronave é conhecida por manter um plano de manutenção e vistoria atualizado ao pormenor. Por tudo isto, o estado do tempo é apontado como a causa mais provável para a tragédia. Além disso, as circunstâncias do voo agravaram a fraca visibilidade. O piloto voava no modo VFR, no qual os instrumentos estão desligados e a navegação é feita à vista.