Novos projetos em Câmara de Lobos, Santa Cruz e Machico criam 61 postos de trabalho

“Na nossa Região, as Casas do Povo têm tido um papel determinante e cada vez mais relevante nos apoios sociais, económicos e até infra-estruturais nos concelhos urbanos”, contrariando opiniões que afirmavam que as mesmas iriam perder a importância....

Novos projetos em Câmara de Lobos, Santa Cruz e Machico criam 61 postos de trabalho
“Na nossa Região, as Casas do Povo têm tido um papel determinante e cada vez mais relevante nos apoios sociais, económicos e até infra-estruturais nos concelhos urbanos”, contrariando opiniões que afirmavam que as mesmas iriam perder a importância. Palavras do presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, durante a cerimónia de entrega de apoios a 11 candidaturas da ACAPORAMA ao PRODERAM, na qual destacou que a Associação de Casas do Povo é um parceiro “interveniente e indispensável nas ações de investimento local”, criando postos de trabalho. As 11 candidaturas aprovadas, que irão criar 61 postos de trabalho diretos na zona de intervenção da ACAPORAMA, apresentam um valor total elegível de 1.875.374,30 euros e um valor total de apoio de 1.383.935,24 euros, que corresponde a um total de 207.590,29 euros do ORAM. Dos projetos aprovados, nos concelhos de Câmara de Lobos, Santa Cruz e Machico, quatro correspondem à criação e reestruturação de negócio em meio rural, estando para estes aprovado um apoio de cerca de 708 mil euros. As outras sete, com um apoio aprovado de 675 mil euros, surgem no âmbito do apoio a atividades turísticas.  Note-se que os apoios decorrem no âmbito da medida do PRODERAM, de apoio a atividades não agrícolas em zonas rurais, abrangendo candidaturas de privados apresentadas através da ACAPORAMA. “O meu Governo continuará a seguir aquele que foi o rumo traçado” assegurou o chefe do Executivo, referindo-se à aposta, em parceria com instituições como as casas do povo, no investimento local, em projetos de qualidade e na criação e na diversificação do emprego.