Núcleo Regional da Madeira da Liga Portuguesa Contra o Cancro realiza peditório nacional de 29 de outubro a 2 de novembro

O Núcleo Regional da Madeira da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRM-LPCC) irá realizar o seu Peditório Nacional anual de 29 de outubro (quinta-feira) a 2 de novembro (segunda-feira).  "Neste sentido lembramos que:  a sustentabilidade do NRM-LPCC é assegurada pelos contributos da população e de empresas, nomeadamente por altura do peditório nacional, e pelo apoio diário de milhares de voluntários;  não tem subsídios estatais para o desenvolvimento da sua atividade e consagra a gratuitidade dos serviços que promove em prol da população em geral e dos doentes oncológicos e cuidadores em particular;  é a principal fonte de financiamento e o garante que permite cumprir a nossa missão de apoio ao doente, promoção da saúde e prevenção do cancro e de estímulo à formação e investigação em oncologia.  É neste âmbito que lançamos o repto a todos os cidadãos para que se juntem a esta causa, tornando-a mais abrangente, no objetivo de fazer a luta contra o cancro um exemplo nacional de solidariedade e humanização", refere a nota de imprensa. 

Núcleo Regional da Madeira da Liga Portuguesa Contra o Cancro realiza peditório nacional de 29 de outubro a 2 de novembro
O Núcleo Regional da Madeira da Liga Portuguesa Contra o Cancro (NRM-LPCC) irá realizar o seu Peditório Nacional anual de 29 de outubro (quinta-feira) a 2 de novembro (segunda-feira).  "Neste sentido lembramos que:  a sustentabilidade do NRM-LPCC é assegurada pelos contributos da população e de empresas, nomeadamente por altura do peditório nacional, e pelo apoio diário de milhares de voluntários;  não tem subsídios estatais para o desenvolvimento da sua atividade e consagra a gratuitidade dos serviços que promove em prol da população em geral e dos doentes oncológicos e cuidadores em particular;  é a principal fonte de financiamento e o garante que permite cumprir a nossa missão de apoio ao doente, promoção da saúde e prevenção do cancro e de estímulo à formação e investigação em oncologia.  É neste âmbito que lançamos o repto a todos os cidadãos para que se juntem a esta causa, tornando-a mais abrangente, no objetivo de fazer a luta contra o cancro um exemplo nacional de solidariedade e humanização", refere a nota de imprensa.