Nuno Manta espera um Marítimo “ambicioso” na receção ao Tondela

O treinador do Marítimo, Nuno Manta, afirmou hoje que pretende ver a sua equipa com ambição na receção de domingo ao Tondela, para a terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol. Com um empate (1-1 com o Sporting) e uma derrota (3-1 diante...

Nuno Manta espera um Marítimo “ambicioso” na receção ao Tondela
O treinador do Marítimo, Nuno Manta, afirmou hoje que pretende ver a sua equipa com ambição na receção de domingo ao Tondela, para a terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol. Com um empate (1-1 com o Sporting) e uma derrota (3-1 diante do Desportivo das Aves) nas duas rondas anteriores, os insulares procuram o primeiro triunfo no campeonato e o fator casa foi destacado. "Um dos objetivos que o grupo de trabalho prometeu e quer cumprir este ano: tornar o nosso estádio numa verdadeira fortaleza, em que os nossos adversários tenham algum receio de vir cá jogar, porque vão encontrar sempre uma equipa ambiciosa pelos três pontos", disse o técnico 'verde rubro', na conferência de imprensa de antevisão. Ainda sobre os adeptos, o técnico deseja "paciência" por parte do público e frisou a importância de os jogadores sentirem o apoio ao longo da partida. O histórico nos Barreiros é muito favorável ao Marítimo, que venceu o Tondela nas quatro partidas realizadas na Madeira, mas Nuno Manta desvalorizou o assunto, considerando-o de "passado" e lembrou que os madeirenses também tinham um registo positivo na Vila das Aves, terreno no qual perdeu na jornada anterior. O trabalho da semana passou muito pela finalização e também pela componente defensiva e Nuno Manta revelou o que pretende da parte da sua equipa, estando sempre atento ao valor do adversário. "Um Marítimo ambicioso, com atitude e empenho, com uma estratégia para o jogo e também com muito respeito pelo adversário, porque o Tondela tem os seus valores, é muito forte no processo ofensivo e tem boa qualidade individual", comentou. À entrada da última semana antes do encerramento do mercado de transferências e com a saída recente do médio brasileiro Fabrício para os turcos do Gençlerbirligi, foi questionado se a vaga será colmatada. "Estamos a trabalhar nesse sentido, mas também já disse que temos de olhar para o interior do Marítimo e ver nas nossas equipas B e sub-23, além do que temos no plantel principal, jogadores com características como as do Fabrício ou outro tipo de características que nos possam ser úteis", respondeu Nuno Manta. O Marítimo, 16.º classificado, e o Tondela, 15.º, ambos com um ponto, defrontam-se no domingo, no Funchal, com o apito inicial marcado para as 16:00.