"O envelhecimento é uma grande conquista civilizacional", diz Augusta Aguiar

Ao intervir esta manhã, no III Encontro de Fisioterateupas da Madeira, a nova titular da pasta da Inclusão Social e Cidadania disse que "o envelhecimento é uma grande conquista civilizacional" e lembrou as políticas que o Governo Regional está...

Ao intervir esta manhã, no III Encontro de Fisioterateupas da Madeira, a nova titular da pasta da Inclusão Social e Cidadania disse que "o envelhecimento é uma grande conquista civilizacional" e lembrou as políticas que o Governo Regional está a desenvolver no apoio à população sénior. "Perspetivar de forma global a fisioterapia na neurologia é um tema atual pois pese embora as patologias neurológicas possam ser encontradas em qualquer idade, adquirem especial destaque face ao envelhecimento da população portuguesa" afirmou Augusta Aguiar, sem deixar de referir que o "envelhecimento é uma grande conquista civilizacional". A governante destacou ainda a "grande aposta" que tem sido feita pelo executivo madeirense na promoção de políticas de envelhecimento ativo, nomeadamente, na capacitação do indivíduo e promoção da sua independência para que possa ter "um envelhecimento mais saudável e com melhor qualidade de vida". Entre as várias medidas relevadas pela Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, destaca-se o Plano Regional de Envelhecimento Ativo 2016-2019, cuja missão é a de "promover uma dinâmica de envolvimento e participação transgeracional na construção do processo de envelhecimento ativo", bem como a requalificação e inovação de serviços existentes no terreno (Serviço de Ajuda Domiciliária) e qualificação dos profissionais intervenientes nesta área. Para finalizar, a governante reiterou o forte compromisso do Governo Regional em reforçar a intervenção social pois "só faz sentido quando trabalhamos a favor de mais e melhor desenvolvimento social para todos, especialmente as pessoas mais vulneráveis".