"O PSD entra em todas as eleições para ganhar e é sempre com maioria absoluta"

José Prada, secretário-geral do PSD-Madeira, diz que um cenário de coligação pós-eleições é "um não assunto". O partido entregou há instantes as listas às eleições regionais, confirmando a recusa de Savino Correia em integrar a candidatura...

"O PSD entra em todas as eleições para ganhar e é sempre com maioria absoluta"
José Prada, secretário-geral do PSD-Madeira, diz que um cenário de coligação pós-eleições é "um não assunto". O partido entregou há instantes as listas às eleições regionais, confirmando a recusa de Savino Correia em integrar a candidatura por Santa Cruz. “O PSD entra em todas as eleições para ganhar e é sempre com maioria absoluta”, afirmou Prada à saída do Tribunal Constitucional. O partido entregou há instantes as listas às eleições regionais, confirmando a recusa de Savino Correia em integrar a candidatura por Santa Cruz, tal como havia anunciado o JM. “Como disse o presidente do partido, as pessoas são convidadas têm a liberdade de aceitar ou não aceitar e neste caso não aceitou”, vincou o secretário-geral do partido, acrescentando que “no lugar do Dr.  Savino, o terceiro elemento do concelho de Santa Cruz passou para 25º lugar e os outros elementos da lista aumentaram um número”. Ou seja, Rafael Carvalho entra para o lugar de Savino Correia. Sobre a lista, Prada considerou ainda que é uma lista preparada para vencer as eleições, que “mobiliza e engloba os onze concelhos da Região Autónoma da Madeira”. “É uma lista renovada porque dos   47 elementos efetivos, temos 32 novos e dos 24, que é o número mínimo que o PSD pretende eleger, temos nove estreantes e 1/3 de mulheres”, concluiu. Leia mais na edição impressa de amanhã.