Organização adverte que Tóquio2020 não pode voltar a ser adiado

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021 devido à pandemia de covid-19, não podem voltar a ser adiados, assim como os Jogos Paralímpicos, alertou hoje o presidente do comité organizador. Yoshiro Mori explicou à agência noticiosa japonesa Kyodo que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos não têm "nenhuma" hipótese de voltarem a ser adiados para lá das novas datas, marcadas para o verão de 2021. "Pensando em atletas e problemas organizacionais, é tecnicamente difícil adiar dois anos", explicou Mori, revelando que esta solução esteve em cima da mesa antes de o primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, preferir adiar por um ano. Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 devem realizar-se entre 23 de julho e 08 de agosto de 2021, quase um ano depois das datas inicialmente previstas (24 de julho e 09 de agosto de 2020), devido à pandemia da covid-19.

Organização adverte que Tóquio2020 não pode voltar a ser adiado
Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021 devido à pandemia de covid-19, não podem voltar a ser adiados, assim como os Jogos Paralímpicos, alertou hoje o presidente do comité organizador. Yoshiro Mori explicou à agência noticiosa japonesa Kyodo que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos não têm "nenhuma" hipótese de voltarem a ser adiados para lá das novas datas, marcadas para o verão de 2021. "Pensando em atletas e problemas organizacionais, é tecnicamente difícil adiar dois anos", explicou Mori, revelando que esta solução esteve em cima da mesa antes de o primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, preferir adiar por um ano. Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 devem realizar-se entre 23 de julho e 08 de agosto de 2021, quase um ano depois das datas inicialmente previstas (24 de julho e 09 de agosto de 2020), devido à pandemia da covid-19.