Papa alerta para narrativas “falsas” e “devastadoras”

O Papa alertou hoje para as narrativas “falsas” e “devastadoras” que marcam a comunicação atual e apelou para um maior espaço para “boas histórias”. “Numa época em que se revela cada vez mais sofisticada a falsificação, atingindo níveis exponenciais...

Papa alerta para narrativas “falsas” e “devastadoras”
O Papa alertou hoje para as narrativas “falsas” e “devastadoras” que marcam a comunicação atual e apelou para um maior espaço para “boas histórias”. “Numa época em que se revela cada vez mais sofisticada a falsificação, atingindo níveis exponenciais (o ‘deepfake’), precisamos de sabedoria para patrocinar e criar narrações belas, verdadeiras e boas”, escreveu, numa mensagem no âmbito do 54.º Dia Mundial das Comunicações Sociais, com o tema ‘Para que possas contar e fixar na memória. A vida faz-se história’, divulgada pelo Vaticano. “Quase não nos damos conta de quão ávidos nos tornamos de bisbilhotices e intrigas, de quanta violência e falsidade consumimos”, advertiu. A mensagem do Papa lamentou que a comunicação gere, cada vez mais, “histórias devastadoras e provocatórias”, quando se “misturam informações não verificadas, repetem discursos banais e falsamente persuasivos”, levando a “proclamações de ódio”.