Paróquia nega responsabilidades por cães abandonados no Monte

Na sequência da notícia avançada pelo JM, a Paróquia de Nossa Senhora do Monte esclareceu, em comunicado, que tanto a paróquia como o padre Vitor Sousa “não são, nem nunca foram, donos de quaisquer animais”. Na mesma nota, confirmam ter conhecimento...

Paróquia nega responsabilidades por cães abandonados no Monte
Na sequência da notícia avançada pelo JM, a Paróquia de Nossa Senhora do Monte esclareceu, em comunicado, que tanto a paróquia como o padre Vitor Sousa “não são, nem nunca foram, donos de quaisquer animais”. Na mesma nota, confirmam ter conhecimento de que “foram votados ao abandono vários cães” na freguesia do Monte, mas garante que “a Paróquia de Nossa Senhora do Monte e o seu pároco Padre Vitor Sousa são completamente alheios a tal fato”. “Quem abandonou os canídeos foi o seu proprietário pessoa facilmente identificável pelo registo dos mesmos”, acrescenta, realçando que “desde janeiro de 2019 que têm alertado o proprietário e as autoridades competentes (CMF, PSP e GNR) para o facto de o proprietário, devidamente identificado – sublinhe-se – ter abandonado os seus cães”. “A Paróquia de Nossa Senhora do monte e o senhor Padre Vitor Sousa acreditam que as entidades públicas e privadas, em concertação de esforços, irão encontrar para os animais abandonados uma vida condigna, condizente com os valores de uma sociedade evoluída e, se for caso disso, responsabilizar o proprietário pelo abandono dos seus animais”, conclui.