Paula Cabaço desvaloriza impacto da falência da Thomas Cook no Turismo

Em conferência de imprensa, a secretária regional do Turismo, Paula Cabaço referiu ter conhecimento da falência da Thomas Cook no Reino Unido, realçando que o operador “não tem voos próprios para a Madeira” sendo que “o que está em causa são...

Paula Cabaço desvaloriza impacto da falência da Thomas Cook no Turismo
Em conferência de imprensa, a secretária regional do Turismo, Paula Cabaço referiu ter conhecimento da falência da Thomas Cook no Reino Unido, realçando que o operador “não tem voos próprios para a Madeira” sendo que “o que está em causa são os pacotes vendidos com viagens de outras companhias.” O impacto direto da falência na Região é, segundo a mesma, sobre a venda de pacotes turísticos para a Madeira, sendo quatro mil os pacotes vendidos anualmente. Salienta que esta situação será ultrapassada porque outra operadora venderá pacotes de viagem e estadia. A situação mais preocupante é, para Paula Cabaço, uma eventual falência na Alemanha, algo do qual ainda não tem conhecimento, mas que irá provocar perda de lugares de avião. Por enquanto, o operador assegura voos através da companhia Condor, sendo que, dos oito voos que faz semanalmente para a Madeira, sete realizam-se na quinta-feira.