Paulo Alves critica confusão no objetivo das eleições

O número dois da lista da JPP acredita que foi lançada “propositadamente”, durante a campanha, a dúvida sobre o fim destas eleições.    “Não está em causa a eleição do presidente do Governo como se passou”, critica, adiantando que o partido...

Paulo Alves critica confusão no objetivo das eleições
O número dois da lista da JPP acredita que foi lançada “propositadamente”, durante a campanha, a dúvida sobre o fim destas eleições.    “Não está em causa a eleição do presidente do Governo como se passou”, critica, adiantando que o partido foi também prejudicado pela bipolarização. O cenário das últimas eleições regionais não é comparável para o JPP.  Na altura, o PSD estava fragilizado por “guerras internas”, o que também beneficiou a JPP, considera Paulo Alves.