Pedro Freitas não aceita acusações de “falta de mérito” do CAB

O presidente do Clube Amigos do Basquete (CAB), Pedro Freitas, disse hoje “basta” às acusações lançadas, através do JM, ao clube por parte de um representante do Madeira SAD. “Não aceitamos isso da parte de ninguém”, disse Pedro Freitas resposta...

Pedro Freitas não aceita acusações de “falta de mérito” do CAB
O presidente do Clube Amigos do Basquete (CAB), Pedro Freitas, disse hoje “basta” às acusações lançadas, através do JM, ao clube por parte de um representante do Madeira SAD. “Não aceitamos isso da parte de ninguém”, disse Pedro Freitas resposta às imputações “de menos atletas ou jogo” de Paulo Fidalgo, do Madeira SAD. Às palavras do presidente, seguiram-se as do treinador do CAB, Juca, que também em resposta a Paulo Fidalgo, garantiu que “tudo aquilo que conquistou foi por mérito desportivo”. “Contrariamente ao que se diz, o CAB tem 96 vitórias, pelo que aquilo que veio a público é uma inverdade”, assegurou Juca, recordando as conquistas do CAB, com 48 títulos nacionais em vários escalões, sendo das “equipas que mais participações europeias tem por mérito desportivo”. “Como é que o CAB Madeira recebe o mesmo que nós, 335 mil euros?”, questionou anteriormente Paulo Fidalgo ao JM, lamentando na altura que “o mérito desportivo” não tenha sido protegido. A resposta chega hoje da parte dos representantes do CAB, com Pedro Freitas a ressalvar, já sobre a polémica dos pavilhões, que o CAB não depende do Governo Regional para treinar ou jogar, pois tem “casa própria”, defendendo, contudo, “que um pavilhão multiusos seria melhor”.