Pedro Ramos mantém firmeza nas medidas anti-covid (Vídeo da entrevista)

Polémicas ou não, as medidas que a Região tem implementado para fazer face à pandemia serão para continuar.  Pedro Ramos não admite, para já, relaxamentos a esse nível, dados os resultados que a Madeira tem tido no controlo da pandemia. O uso obrigatório das máscaras em espaços públicos, as restrições nas visitas aos lares e nos horários dos estabelecimentos comerciais, por exemplo, vão continuar. “Neste momento, com a situação epidemiológica no mundo inteiro e no país e com a abertura das fronteiras, não pode haver relaxamento adicional em relação às atividades que já são permitidas”, assevera o principal responsável pela resposta à covid-19 na Madeira. No balanço que o secretário regional da Saúde e Proteção Civil faz ao primeiro ano deste mandato, a ouvir na entrevista ao JM e JMFM, assume que tem sido positivo e que os resultados obtidos no controlo da pandemia na Madeira devem-se a uma boa articulação entre secretarias e ao trabalho de equipa. A ouvir ainda Pedro Ramos fazer o ponto da situação das listas de espera na RAM, da retoma gradual dos serviços de saúde, das carências de médicos que ainda existem, bem como a sua explicação para o pagamento do subsídio de fixação destes profissionais. Compromete-se ainda a cumprir com um prémio no ordenado dos profissionais de saúde que têm estado na linha da frente no combate à covid-19.

Pedro Ramos mantém firmeza nas medidas anti-covid (Vídeo da entrevista)
Polémicas ou não, as medidas que a Região tem implementado para fazer face à pandemia serão para continuar.  Pedro Ramos não admite, para já, relaxamentos a esse nível, dados os resultados que a Madeira tem tido no controlo da pandemia. O uso obrigatório das máscaras em espaços públicos, as restrições nas visitas aos lares e nos horários dos estabelecimentos comerciais, por exemplo, vão continuar. “Neste momento, com a situação epidemiológica no mundo inteiro e no país e com a abertura das fronteiras, não pode haver relaxamento adicional em relação às atividades que já são permitidas”, assevera o principal responsável pela resposta à covid-19 na Madeira. No balanço que o secretário regional da Saúde e Proteção Civil faz ao primeiro ano deste mandato, a ouvir na entrevista ao JM e JMFM, assume que tem sido positivo e que os resultados obtidos no controlo da pandemia na Madeira devem-se a uma boa articulação entre secretarias e ao trabalho de equipa. A ouvir ainda Pedro Ramos fazer o ponto da situação das listas de espera na RAM, da retoma gradual dos serviços de saúde, das carências de médicos que ainda existem, bem como a sua explicação para o pagamento do subsídio de fixação destes profissionais. Compromete-se ainda a cumprir com um prémio no ordenado dos profissionais de saúde que têm estado na linha da frente no combate à covid-19.