Pelo menos 97 mortos na queda de avião no Paquistão

Pelo menos 97 pessoas morreram na sequência do acidente do avião da Pakistan International Airlines (PIA) que se despenhou em Carachi, no sul do Paquistão, anunciaram hoje as autoridades paquistanesas, em novo balanço. As operações de resgate terminaram hoje de madrugada, disseram as autoridades. Durante todo o dia de sexta-feira, equipas de resgate e moradores revistaram os escombros em busca de corpos. Inicialmente, as autoridades tinham informado que viajavam a bordo da aeronave 99 passageiros e oito membros da tripulação, mas, entretanto, esclareceram que eram 91 passageiros e sete membros da tripulação. A catástrofe acontece alguns dias após o Paquistão ter autorizado o recomeço dos voos comerciais internos. Durante mais de um mês, as ligações domésticas estiveram suspensas para evitar a propagação do novo coronavírus e realizaram-se raros voos internacionais. O pior acidente de viação nos últimos anos no Paquistão ocorreu em 2010. Um Airbus 321 do da empresa privada Airblue, voando de Carachi para Islamabad, caiu nas colinas pouco antes de aterrar na capital, matando as 152 pessoas a bordo.

Pelo menos 97 mortos na queda de avião no Paquistão
Pelo menos 97 pessoas morreram na sequência do acidente do avião da Pakistan International Airlines (PIA) que se despenhou em Carachi, no sul do Paquistão, anunciaram hoje as autoridades paquistanesas, em novo balanço. As operações de resgate terminaram hoje de madrugada, disseram as autoridades. Durante todo o dia de sexta-feira, equipas de resgate e moradores revistaram os escombros em busca de corpos. Inicialmente, as autoridades tinham informado que viajavam a bordo da aeronave 99 passageiros e oito membros da tripulação, mas, entretanto, esclareceram que eram 91 passageiros e sete membros da tripulação. A catástrofe acontece alguns dias após o Paquistão ter autorizado o recomeço dos voos comerciais internos. Durante mais de um mês, as ligações domésticas estiveram suspensas para evitar a propagação do novo coronavírus e realizaram-se raros voos internacionais. O pior acidente de viação nos últimos anos no Paquistão ocorreu em 2010. Um Airbus 321 do da empresa privada Airblue, voando de Carachi para Islamabad, caiu nas colinas pouco antes de aterrar na capital, matando as 152 pessoas a bordo.