Pessoas: Condenado por violação, filho de Ágata ainda está em liberdade

Marco Caneira, filho mais velho de Ágata, continua em liberdade após ter sido condenado, em junho, a seis anos de prisão pelo crime de violação. Recorde-se que ficou provado em tribunal, pelos magistrados da Relação de Lisboa, que Marco, de...

Pessoas: Condenado por violação, filho de Ágata ainda está em liberdade
Marco Caneira, filho mais velho de Ágata, continua em liberdade após ter sido condenado, em junho, a seis anos de prisão pelo crime de violação. Recorde-se que ficou provado em tribunal, pelos magistrados da Relação de Lisboa, que Marco, de 38 anos, violou uma jovem de 14 anos, em 2016, em Ponta Delgada, Açores, informa a revista ‘Nova Gente’. Segundo a mesma fonte, o advogado responsável pela defesa de Marco recorreu da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa de forma a que o produtor musical pudesse “ganhar tempo e atrasar a detenção”.  Marco esteve nos últimos dias e acompanhado pela mãe, num evento no qual estiveram presentes outras figuras públicas, a exemplo de Flávio Furtado que tirou uma fotografia ao lado do produtor musical e da mãe. É ainda referido que a suposta violação terá ocorrido no final de uma festa popular na freguesia de Nossa Senhora dos Remédios, na Povoação. Por sua vez, Ágata está convencida da inocência do filho.” Se ele não fosse o filho da Ágata provavelmente não se teriam lembrado dele. Ele era incapaz, expuseram a vida dele de uma forma muito chocante, e isso a mim…”, afirmou, numa entrevista à TVI. A cantora acrescentou que esta tem sido uma fase complicada.  “A minha guerra com ele foi por ele dar sempre crédito a quem se aproxima para tirar uma foto, para falar. Ele é muito educado, muito gentil, muito dado e houve aqui realmente uma maldade muito grande”, disse. “Acredito piamente no meu filho, sei exatamente do que ele é capaz de fazer e o que não é capaz. Nós teríamos direito de resposta, ele recorreu. O meu filho está a passar uma fase muito complicada e está a ser julgado por um crime que não cometeu”, conclui.