PJ deteve homem por crimes de incêndio nos Açores

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um homem de 41 anos de idade, fortemente indiciado pela presumível prática de cinco crimes de incêndio. Os factos foram sucedendo...

PJ deteve homem por crimes de incêndio nos Açores
A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, identificou e deteve um homem de 41 anos de idade, fortemente indiciado pela presumível prática de cinco crimes de incêndio. Os factos foram sucedendo ao longo do último ano, sobretudo em habitações onde o suspeito arrendava quarto. O incêndio que atingiu maiores proporções ocorreu no passado mês de maio, numa casa de habitação sita em zona central da cidade de Ponta Delgada. Com recurso a isqueiro, inflamou o cortinado de uma janela, cujas chamas rapidamente se propagaram, provocando muitos danos e criando um sério risco de propagação às habitações contiguas. O perigo para a vida de pessoas ali residentes e para bens patrimoniais de valor consideravelmente elevado, porquanto se trata de uma zona de grande densidade urbana e com casas de traça antiga, só foi evitado pela pronta intervenção dos bombeiros. Na origem dos incêndios poderão estar impulsos de natureza pirómana. O detido, administrativo de profissão, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida coativa de apresentações diárias.