Polémica no museu de Cristiano Ronaldo motiva processo judicial

A empresa Mussara, que explora o Museu CR7 na Região e é gerida por Hugo Aveiro, irmão de Cristiano Ronaldo, e da qual o craque madeirense é o sócio maioritário, foi notificada de um processo judicial que está a decorrer em Itália interposto...

Polémica no museu de Cristiano Ronaldo motiva processo judicial
A empresa Mussara, que explora o Museu CR7 na Região e é gerida por Hugo Aveiro, irmão de Cristiano Ronaldo, e da qual o craque madeirense é o sócio maioritário, foi notificada de um processo judicial que está a decorrer em Itália interposto por uma empresa de vendas online, revela o Correio da Manhã.  Tudo porque, alegadamente, o museu CR7 vendeu camisolas da Juventus naquele espaço sem a autorização dos detentores dos direitos. A Pegaso di Valenti Rocco, empresa italiana de venda online de vestuário desportivo, sediada em Turim, requereu a abertura do processo numa carta rogatória que deu entrada na última sexta-feira no Tribunal da Comarca da Madeira, adianta a mesma fonte.