Polícia espanhola investiga morte de três pessoas numa piscina de Málaga

A Guarda Civil espanhola está a investigar se as mortes de um homem e dois filhos na piscina de um complexo turístico em Mijas, Málaga, podem estar relacionadas com uma falha no sistema de sucção. Na ausência de resultados das autópsias para...

Polícia espanhola investiga morte de três pessoas numa piscina de Málaga
A Guarda Civil espanhola está a investigar se as mortes de um homem e dois filhos na piscina de um complexo turístico em Mijas, Málaga, podem estar relacionadas com uma falha no sistema de sucção. Na ausência de resultados das autópsias para esclarecer as circunstâncias em que ocorreram as três mortes, os agentes do Grupo Especial de Atividades Subaquáticas da Guarda Civil também verificaram os motores da piscina e se, no fundo, havia roupas de alguma das vítimas mortais, além de recolher amostras de água, noticia a agência Efe. As mortes ocorreram por volta das 13:30 de terça-feira (hora local), quando, segundo testemunhas, a menina de nove anos teve dificuldade em sair da piscina e o pai foi ajudá-la. As vítimas mortais são um homem de 53 anos, o filho de 16 anos e a filha de 9 anos, todos de nacionalidade britânica, que estavam de férias em Espanha, juntamente com a mãe das crianças e um outro filho, que não estavam no local na altura. A Polícia Judiciária da Guarda Civil recolheu declarações das pessoas que estavam naquela zona, assim como da mãe dos menores que morreram, que precisou de apoio psicológico. Um porta-voz do Club La Costa World, o complexo turístico onde a família estava hospedada, disse à Efe que a empresa está a colaborar com toda a investigação. A família tinha previsto estar de férias em Mijas entre 21 e 28 de dezembro.