Porto Moniz consegue três bandeiras verdes e uma delas não foi para uma escola

O concelho do Porto Moniz tem três bandeiras verdes e conseguiu, pela primeira vez, um galardão do programa Eco-Escolas que não foi para uma escola, mas para o Centro de Dia do Seixal, numa iniciativa do Gabinete de Apoio ao Idoso do Município...

Porto Moniz consegue três bandeiras verdes e uma delas não foi para uma escola
O concelho do Porto Moniz tem três bandeiras verdes e conseguiu, pela primeira vez, um galardão do programa Eco-Escolas que não foi para uma escola, mas para o Centro de Dia do Seixal, numa iniciativa do Gabinete de Apoio ao Idoso do Município de Porto Moniz. Disso mesmo se congratulou, esta tarde, o presidente da autarquia, Emanuel Câmara, na Cerimónia do Hastear da Bandeira Verde, onde lembrou que já tiveram “uma bandeira por cada escola. Infelizmente, as escolas foram encerrando”. Assim, a Escola Básica e Secundária com Pré-Escolar e Creche do Porto Moniz, que está dividida em dois edifícios, um para o ensino primário e outro para o básico e secundário, recebeu dois galardões, mantendo as bandeiras que já tinha. “Este ano, no Seixal, também com o trabalho feito pelo Centro de Dia do Seixal, conseguimos mais uma bandeira verde para o município do Porto Moniz”, enalteceu o autarca, realçando que esta iniciativa “é uma forma de sensibilização para todos nós”. “É muito bom que tenhamos, em toda a Região, muitas bandeiras verdes”, sublinhou, numa intervenção em que aproveitou para convidar a secretária regional Susana Prada a estar presente no hastear da bandeira azul, no dia 1 de junho, “logo na abertura da Semana do Mar”. Por seu turno, a secretária regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas deu uma ‘pequena’ aula aos meninos presentes, ensinando-lhes algo que faz melhor ao planeta que reciclar: “reutilizar”.   Dando como exemplos “evitarem garrafas de plástico e beberem os sumos em garrafas de vidro, que poderão reutilizar”, sugeriu ainda que “reutilizassem as roupas que já não vos servem, passando-as para os vossos irmãos ou primos”. Presente também na cerimónia esteve o diretor regional de Educação, Marco Gomes, que salientou a importância deste trabalho em parceria da Secretaria da Educação, da Secretaria do Ambiente, das juntas, dos municípios e de todos os parceiros envolvidos. A dinâmica deste galardão, mencionou, é demonstrativa “do trabalho que hoje é feito nas nossas escolas e desta preocupação de passar para os mais jovens um conjunto de conhecimentos e competências para que eles sejam capazes de, no mundo de hoje, dar um contributo positivo para salvar o nosso planeta. E é isso que estamos a fazer”, referiu.