“Porto Santo 100 por cento biológico é um objetivo”

Garantia deixada por Humberto Vasconcelos, cujo a referência que fez ao percurso profissional de Sílvia Silva, deputada do PS que levantara a questão, não foi ‘apreciada’ pela bancada socialista As palavras de Humberto Vasconcelos surgiram...

“Porto Santo 100 por cento biológico é um objetivo”
Garantia deixada por Humberto Vasconcelos, cujo a referência que fez ao percurso profissional de Sílvia Silva, deputada do PS que levantara a questão, não foi ‘apreciada’ pela bancada socialista As palavras de Humberto Vasconcelos surgiram em em resposta a uma questão colocada por Sílvia Silva, deputada do PS, que acusou o Governo Regional de ter ‘desprezado’ este projeto. De resto, este diálogo marcou o primeiro ‘burburinho’ no hemiciclo, com a bancada socialista a não apreciar a referência que o secretário regional fez ao percurso profissional, no passado, da deputada e do seu marido dentro da estrutura da Direção Regional da Agricultura. U Humberto Vasconcelos deu a entender o que fazia no sentido de enaltecer as capacidades técnicas da deputada e conhecimento de causa do que ali é feito, os socialistas encararam mais como um ‘recado’ despropositado. Eme relação ao Porto Santo, lembrou, Humberto Vasconcelos, que “a agricultura é um trabalho que se desenvolve ao longo dos tempos”, pediu calma na implementação desse projeto e assegurou, então, que o “Porto Santo 100 por cento biológico é um objetivo”. Na ocasião, Humberto Vasconcelos relevou a importância da criação de uma Direção Regional de Pecuária, indo ao encontro daquilo eu Lopes da Fonseca, deputado do CDS registara, frisando que “fazia todo o sentido [esta criação] porque é uma área tradicional da economia da Madeira”, garantindo ainda que “vamos aprofundar a relação entre a pecuária familiar e o Governo Regional”.