Porto Santo torna-se numa cidade medieval durante três dias com o Festival Colombo

O Porto Santo vai tornar-se a partir de sexta-feira e durante três dias numa ilha medieval com a realização de mais uma edição do Festival Colombo, um evento que representa um investimento de 135 mil euros do Governo da Madeira. Este cartaz...

Porto Santo torna-se numa cidade medieval durante três dias com o Festival Colombo
O Porto Santo vai tornar-se a partir de sexta-feira e durante três dias numa ilha medieval com a realização de mais uma edição do Festival Colombo, um evento que representa um investimento de 135 mil euros do Governo da Madeira. Este cartaz decorre de 12 a 14 de setembro e contribuiu, de acordo com os dados da Secretaria Regional do Turismo da Madeira, para uma ocupação hoteleira na ordem dos 90%. Este evento tem por objetivo recordar a passagem e vivência naquela ilha do navegador Cristóvão Colombo antes de navegar rumo à descoberta do continente americano. Durante três dias, a ilha regressa ao passado, com visitantes trajando vestimentas da época. Os pontos altos são a teatralização do desembarque do navegador na baía do Porto Santo e o cortejo histórico até ao centro da cidade. O programa inclui ainda a iniciativa ‘Danças que o Mar Trás – bailarinas de Além-Mar’, o teatro de fogo ‘O Uivo do Mar’ e concertos de música de índole quinhentista com danças do Índico, torneios de armas a cavalo e outro de golfe. A Secretaria do Turismo madeirense anunciou que este ano estão envolvidas cerca de 420 pessoas no festival, mais 20 do que na edição do ano passado, tendo-se registado um acréscimo do número de trajes disponíveis para os turistas que estão de visita à ilha possam participar no evento. Também vai ocorrer uma conferência sobre o navegador, assinalando a celebração dos 30 anos da Casa Colombo - Museu do Porto Santo.