Praticante de Base Jumping estaria há dois dias na Madeira

O homem de nacionalidade americana, na casa dos 40 anos, que faleceu esta tarde no Porto da Cruz, Machico, estaria afinal a praticar Base Jumping, uma modalidade na qual as participantes se atiram de grandes alturas com recurso a um para-quedas...

Praticante de Base Jumping estaria há dois dias na Madeira
O homem de nacionalidade americana, na casa dos 40 anos, que faleceu esta tarde no Porto da Cruz, Machico, estaria afinal a praticar Base Jumping, uma modalidade na qual as participantes se atiram de grandes alturas com recurso a um para-quedas que, neste caso, não terá aberto. O esclarecimento foi feito ao JM por um colaborador na área do parapente que conhecia a vítima. Segundo o relato de Manuel Spínola, o americano veio numa ocasião anterior à Madeira e decidiu regressar há dois dias para explorar esta atividade e desfrutar da natureza insular. As autoridades irão tentar aceder ao corpo, que se encontra em zona de difícil acesso, por via marítima, através do Sanas.