Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira destaca "relevantes serviços" da Misericórdia da Calheta

 O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira visitou ontem, quarta-feira, a Santa Casa da Misericórdia da Calheta. José Manuel Rodrigues referiu no final do encontro que "temos aqui um conjunto de valências tanto na área da segurança...

Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira destaca "relevantes serviços" da Misericórdia da Calheta
 O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira visitou ontem, quarta-feira, a Santa Casa da Misericórdia da Calheta. José Manuel Rodrigues referiu no final do encontro que "temos aqui um conjunto de valências tanto na área da segurança social, como na área da saúde de uma instituição ligada à igreja, do setor privado, que presta relevantes serviços à comunidade da Calheta e à comunidade da Madeira". Esta é a segunda visita inserida na iniciativa ‘Parlamento Mais Perto Social’, e que de acordo com o presidente pretendeu "recolher junto da instituição as suas necessidades". Depois José Manuel fará um memorando para entregar "a quem de direito para que as situações possam ser colmatadas dentro dos orçamentos que existem", referiu.  Para José Manuel Rodrigues a "Santa Casa da Misericórdia da Calheta tem um trabalho fantástico ao serviço das pessoas deste concelho". O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira destaca o apoio dado a 84 utentes acamados e o programa de ajuda domiciliária, que apoia, a nível alimentar, cerca de 500 pessoas do concelho da Calheta. O governante enaltece também o "desenvolvimento do próprio Lar no valor de 3 milhões de euros, que está em fase de projeto, e a construção do mini hospital "um investimento com fundos comunitários e fundos próprios (...) no valor de quase 4 milhões de euros que deverá ficar pronto no final do mês de fevereiro", disse.  Na visita, o presidente do primeiro órgão de governo próprio da Região foi acompanhado pela Provedora da Santa Casa da Misericórdia da Calheta, Cecília Cachucho, e pelo Vice-Provedor, José Mário Nunes. A Santa Casa da Misericórdia da Calheta foi fundada em 1535, por Alvará Régio de 7 de outubro e por um grupo de pessoas nobres da vila. Para além das valências de Lar, de Serviço de Apoio e do Centro de Convívio, a Misericórdia da Calheta dinamiza ainda atividades de animação sociocultural. O Lar Nossa Senhora da Estrela acolhe 58 utentes, de ambos os sexos, e o Lar de Nossa Senhora da Conceição, no Arco da Calheta, reserva 26 lugares, e tem lotação esgotada.