Projeto solidário da IOMT abrangeu 118 pessoas carenciadas

O Instituto Oftalmológico Muñoz Trindade (IOMT) promoveu, pelo segundo ano consecutivo e no âmbito do Dia Mundial da Visão, um ciclo de dois dias de consultas gratuitas a doentes com poucos recursos. A novidade este ano foi a realização de...

Projeto solidário da IOMT abrangeu 118 pessoas carenciadas
O Instituto Oftalmológico Muñoz Trindade (IOMT) promoveu, pelo segundo ano consecutivo e no âmbito do Dia Mundial da Visão, um ciclo de dois dias de consultas gratuitas a doentes com poucos recursos. A novidade este ano foi a realização de cirurgia de catarata a 10 doentes, 8 dos quais tinham sido observados na iniciativa realizada ao ano passado. Este ano o projeto solidário foi dividido em duas partes: uma médica em que foi realizada consulta, exames auxiliares de diagnostico, tratamentos laser e prescritos óculos, e outra cirúrgica, onde foram realizadas 10 cirurgias de catarata. À parte médica da iniciativa juntaram-se as óticas Alberto Oculista e Optic4All que ofereceram armações e lentes aos doentes observados, bem como a Óptica da Sé que ofereceu um desconto de 50 euros em óculos. O IOMT disponibilizou o espaço, a sua equipa e os exames auxiliares de diagnostico, bem como os lasers. À parte cirúrgica juntaram-se a Clínica da Sé, disponibilizando o seu bloco operatório bem como pessoal de enfermagem e auxiliares, e o Alberto Oculista que disponibilizará os óculos a estes doentes após a cirurgia, se necessários forem. Coube ao IOMT a tarefa de juntar a equipa cirúrgica e fornecer o material para cirurgia. Foram observados doentes de várias instituições, nomeadamente o Associação Protetora dos Pobres, Caritas, Lar da Bela Vista, Lar da Paz, Paroquia da Graça, Investimentos Habitacionais da Madeira, Patronato de São Filipe e Centro da Mãe. Foi ainda realizado todo o tratamento possível no mesmo dia da consulta, nomeadamente com a prescrição de óculos, medicação ou realização de lasers oftalmológicos, indo de encontro ao lema do Instituto que pretende que os doentes entrem com o problema e saiam com a solução nesse mesmo dia. As cirurgias de catarata foram realizadas em regime de ambulatório na Clínica da Sé. A estes doentes foi realizado uma consulta pré-operatória com a realização dos exames necessários para a realização da cirurgia (biometria, microscopia especular, biometria e OCT). Foi ainda realizado uma consulta no dia seguinte à cirurgia e será realizada outra 1 mês após a cirurgia, onde se avaliará o resultado e se prescreverá óculos, caso seja necessário. Foram observados 118 doentes das várias Instituições referidas, com idades compreendidas entre os 5 e os 86 anos. 21 doentes tinham idades inferiores a 18 anos. Neste grupo etário a patologia mais comum foram os erros refrativos (miopia, hipermetropia ou astigmatismo) que foram corrigidos com óculos.