PS condena encerramento do único balcão da CGD na Ponta de Sol

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista (PS) divulgou hoje um comunicado no qual "condena a decisão, hoje tornada de conhecimento público através da imprensa regional, quanto a intenção de encerramento do único balcão da Caixa Geral de Depósitos...

PS condena encerramento do único balcão da CGD na Ponta de Sol
O Grupo Parlamentar do Partido Socialista (PS) divulgou hoje um comunicado no qual "condena a decisão, hoje tornada de conhecimento público através da imprensa regional, quanto a intenção de encerramento do único balcão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) na Ponta de Sol, na sequência de um plano de reestruturação promovida por esta entidade bancária pública". O deputado Carlos Colho, enquanto porta-voz do grupo, revelou que "o PS condena a decisão da Caixa Geral de Depósitos, aparentemente tomada meramente com base em pressupostos administrativos, não considerando a importância e a função de serviço público que este banco do estado deve ter, principalmente em concelhos mais rurais ou isolados, onde deve garantir a existência deste tipo de serviços à população". O parlamentar, que é natural da Ponta sol, explicou ainda que "é de referir que nos últimos anos, dois bancos desativaram os seus balcões no concelho da Ponta do Sol, sendo eles o BPI, que fechou as portas da sua agência na freguesia dos Canhas, em 2015, e mais recentemente, o Novo Banco, que encerrou a sua agência na vila da Ponta do Sol. "Não podemos admitir que a Ponta do Sol venha a ser o único concelho da Região Autónoma sem Caixa Geral de Depósitos, um banco do estado, que deve garantir junto da população o dever de serviço público", frisou. Carlos Coelho apontou ainda que, atualmente, só há um banco alternativo (com 2 agências) a operar no concelho, sublinhado que "passará a ter uma espécie de monopólio territorial se a CGD levar adiante a intenção de fechar atividade". O deputado revela que tal situação irá "obrigar os atuais clientes da CGD, que são muitos a julgar pelo movimento que diariamente se regista naquele balcão da Ponta do Sol, a se deslocarem aos concelhos vizinhos, com as dificuldades e custos acrescidos que isso representa". O socialista avançou ainda que o Grupo Parlamentar do PS irá pedir uma reunião com a direção da CGD na Madeira para obter mais esclarecimentos sobre esta matéria.