PS manifesta pesar pela morte do médico Joaquim Gouveia

O Partido Socialista-Madeira manifestou, em comunicado, o seu "mais profundo pesar" pelo falecimento, hoje em Lisboa, de Joaquim Pereira de Gouveia, médico oncologista e hematologista, que foi um dos responsáveis pela criação do Serviço de...

PS manifesta pesar pela morte do médico Joaquim Gouveia
O Partido Socialista-Madeira manifestou, em comunicado, o seu "mais profundo pesar" pelo falecimento, hoje em Lisboa, de Joaquim Pereira de Gouveia, médico oncologista e hematologista, que foi um dos responsáveis pela criação do Serviço de Oncologia do Hospital do Funchal. Nascido no Funchal, a 14 de setembro de 1943, Joaquim Gouveia entrou para a Faculdade de Medicina de Lisboa no ano de 1962 e tornou-se médico, tendo-se especializado em Hematologia. Entre 1985 e 1989, Joaquim Pereira de Gouveia colaborou com os Governos Regionais das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores na organização da assistência oncológica ao nível regional e, entre 1998 e 2001, foi diretor do Centro Regional de Lisboa do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil. De referir que, em 1987, contribuiu para a instalação do Serviço de Oncologia do Hospital Central do Funchal do Funchal. Participou também na discussão e elaboração do Plano Oncológico Nacional 2001-2005 e integrou o grupo de trabalho para criação da Rede de Referenciação Hospitalar de Oncologia. Em 2007 foi nomeado pelo Governo da República, coordenador nacional para as doenças oncológicas. "O Partido Socialista-Madeira enaltece o importante contributo dado por Joaquim Gouveia nas áreas da oncologia e da hematologia e, neste momento, endereça aos seus familiares e amigos as mais sentidas condolências", conclui.